Odontoplay

altCOORDENADORA: Prof. Msc. Simone Assayag Hanan

VICE-COORDENADORA: Prof. Pollyanna Oliveira Medina

COLABORADOR: Prof. Msc. Ary Alves Filho

 

 

 

RESUMO

A educação é um instrumento de transformação social, não só a educação formal, mas toda ação educativa que propicie a reformulação de hábitos, aceitação de novos valores e que estimule a criatividade. Os procedimentos de educação em saúde bucal, utilizando atividades lúdicas, além de motivar as crianças, criam um vinculo entre o profissional, os alunos, os pacientes infantis e seus pais e/ou responsáveis, facilitando o atendimento curativo no consultório odontológico. Agilizam o tempo de atendimento pois o primeiro contato já foi estabelecido em sala de espera, ludoteca e escovódromo, fazendo com que haja uma maior afetividade e cooperação do paciente infantil, aumentando assim o número de pacientes atendidos. O “medo” passa a ser administrado pela criança de maneira consciente e responsável de modo a colaborar com o atendimento odontológico. As atividades realizadas sobre saúde bucal como escovação supervisionada fazem com que as crianças e seus responsáveis se interessem em desenvolver hábitos de higiene bucal corretos. Leituras de textos infantis e teatros de fantoches ajudam as crianças a sentirem prazer,terem como exemplo modelos de alimentação saudável e aprenderem o que é importante para se ter uma boa saúde bucal, melhorando sua qualidade de vida.

OBJETIVOS

•        Desenvolver ações educativas, preventivas e curativas para os pacientes infantis e seus responsáveis, através de atividades lúdicas.

•        Motivar crianças acerca dos cuidados com a saúde bucal, através de teatro de fantoches, leitura de livros infantis e brinquedos, tendo como tema saúde bucal, além de desenhos desenvolvidos pelos pacientes infantis a partir da leitura executada;

•        Realizar palestras aos responsáveis pelos pacientes infantis;

•         Orientar e executar técnicas de escovação dentária, uso do fio dental como medidas profiláticas às cianças e seus responsáveis;

•        Estabelecer um contato inicial com o paciente infantil e seus responsáveis, diminuindo o medo e a ansiedade frente ao tratamento odontológico, no momento em que esperam pela consulta;        

•        Aumentar a eficácia e produtividade do atendimento odontológico com a cooperação dos pacientes perante o tratamento curativo, aumentando assim a produtividade e eficácia de cobertura da população alvo

•        Proporcionar aos alunos de graduação da Faculdade de Odontologia vivenciar experiências diferentes daquelas com as quais podem se defrontar nas rotinas do ambiente universitário, já que a partir do contato e da observação de diversas situações é possibilitado ao profissional em formação a convivência com grupos heterogêneos da sociedade, oportunizando apreender culturas variadas, suas especificidades, concepções, ações e o lugar que reservam ao lúdico.

EMENTA                                       

 •        Palestras sobre saúde bucal, utilizando DVDs e cartazes;

•        Leitura de textos infantis acerca de saúde bucal;

•        Atividades didáticas, como desenhos feitos pelas crianças sobre o texto lido;

•        Álbuns de motivação feitos pelos acadêmicos, contemplando temas como higienização dos dentes, hábitos dietéticos adequados e a importância do Cirurgião-Dentista;

•        Orientação sobre escovação dentária e uso do fio dental às crianças e de seus responsáveis;

alt      altalt

Buscar